[vídeo] A TV Globo registrou indícios de falsa perícia como crime organizado no IML de Campo Grande, com apoio da cúpula da SSP-RJ. Trabalho e declarações do Dr. Roger Vinicius Ancillotti, perito legista, fundamentam essa hipótese.[vídeo] A TV Globo registrou indícios de falsa perícia como crime organizado no IML de Campo Grande, com apoio da cúpula da SSP-RJ. Trabalho e declarações do Dr. Roger Vinicius Ancillotti, perito legista, fundamentam essa hipótese.
Como contratar o perito FRANCIONI para assistente técnico Laudos periciais realizados pelo perito FRANCIONI Pareceres técnicos do perito FRANCIONI Artigos jurí do perito FRANCIONI Palestras proferidas pelo perito FRANCIONI Curriculum vitæ do perito FRANCIONI Entre em contato com o perito FRANCIONI

página inicial voltar um nível código QR desta página - QR code
Perito FRANCIONI
assistente técnico para processos criminais
Assistência Técnica perito criminal FRANCIONIperito criminal RJ (perito oficial)

"Blog" do Perito FRANCIONI.
Peritos e funerárias e... muito mais - indícios de falsa perícia no IML de Campo Grande.


Peritos e funerárias e... muito mais - indícios de falsa perícia no IML de Campo Grande.

Reportagem da TV Globo levada ao ar em 17 de maio de 2016 mostra indícios de que uma organização criminosa envolvendo a cúpula da Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro estaria praticando o crime de falsa perícia no posto do IML de Campo Grande, bairro da cidade do Rio de Janeiro, RJ. Os jornalistas destacaram várias irregularidades, como uma quantidade enorme de necrópsias desnecessárias, atuação de agências funerárias em prejuízo do erário, faxineiros terceirizados realizando tarefas de auxiliares de necrópsia, ausência de peritos legistas à noite etc.. O jornalista Ari Peixoto informou que a Secretaria de Segurança Pública foi informada das irregularidades há mais de um ano, mas nada fez. Esse fato é estranhável, pois há 2 corregedorias que poderiam ter apurado a representação: a CGU (Corregedoria Geral Unificada da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar) e a COINPOL (Corregedoria Interna da Polícia Civil). Essa inação pode denotar conivência de altas autoridades da Secretaria de Segurança (titularizada pelo Secretário Dr. José Mariano Benincá Beltrame) e da Chefia de Polícia Civil (cujo Chefe é o delegado de polícia Dr. Fernando da Silva Veloso). Infelizmente, porém, os jornalistas não perceberam os aspectos mais graves ocultos nos fatos mostrados. Mas o Dr. FRANCIONI os apresenta neste vídeo.

Segundo os repórteres, o perito legista Dr. Roger Vinicius Ancillotti estaria lotado naquele PRPTC (Posto Regional de Polícia Técnico-Científica), mas não cumpriria horário, pois não teria sido incluído na escala de plantões: estaria à disposição do Dr. Gilberto Lima de Oliveira, perito legista, diretor daquele posto do IML e vereador da Cidade do Rio de Janeiro. Além disso, o Dr. Roger Ancillotti apresentaria laudos periciais ocasionais (contrastando com a média de 40 laudos periciais médico-legais por mês, que os demais peritos legistas do IML de Campo Grande redigiriam). No telejornal, a jornalista Mariana Gross disse que o perito legista Dr. Roger Vinicius Ancillotti explicou trabalhar para o Ministério Público como "assistente técnico administrativo" e que nem todos os seus trabalhos seriam inseridos no sistema de computadores da Polícia Civil. Uma análise detalhada dessas informações mostra a existência de quadro muito grave de violação do devido processo legal.

Neste vídeo, o Dr. FRANCIONI revela, além da análise de ilicitudes praticadas pelo perito legista Dr. Roger Ancillotti e de fatos mostrados pela TV Globo, também a ilegalidade do cumprimento de ordens ilegais de delegados de polícia (defendida pelos peritos legistas Dr. Gilberto Lima de Oliveira e Dr. Franklin Paes) e a inverossimilhança dessa alegação, a existência de prática semelhante no PRPTC de Itaperuna (no qual o Dr. FRANCIONI trabalhou em 2006) e as raízes dessas ilicitudes em irregularidades averiguadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, que mencionou o delegado de polícia Dr. Walter da Silva Barros a respeito da implantação das "delegacias legais". O Dr. Walter Barros foi diretor geral da Polícia Técnica e trabalhou no GEPDL (Grupo Executivo do Programa Delegacia Legal).

"Links" deste vídeo:
Defenda-se do crime organizado no sistema Polícia-Perícia.
Atuação do Dr. Roger Ancillotti na defesa do deputado Pedro Paulo.
Modo de trabalho do Dr. Francioni.
"Blog" do perito Francioni.

Reportagem da TV Globo sobre o IML de Campo Grande e o perito legista Dr. Roger Vinicius Ancillotti.
Reportagem da TV Globo sobre o IML de Campo Grande e o perito legista Dr. Roger Vinicius Ancillotti.

Esta é uma análise do perito FRANCIONI (Edilson FRANCIONI Coelho), perito criminal oficial do Estado do Rio de Janeiro (RJ) e que também atua em todo o Brasil como assistente técnico ("perito particular" ou "perito privado").

Este vídeo é divulgado em todos os canais oficiais do perito FRANCIONI: no Youtube, no Vimeo, no dailymotion, no TV UOL, no Google+, no Pinterest, no LinkedIn, no Facebook e no Twitter; o áudio correspondente também está no SoundCloud.


Comentários:

Divulgue esta página via:


Edilson FRANCIONI Coelho - perito criminal
Rio de Janeiro - RJ
entre em contato com o perito FRANCIONI

Assistente técnico para processos criminais.

  • perito criminal (Estado do Rio de Janeiro):
    - Balística Forense (armas de fogo, acessórios, munição etc.);
    - locais de crimes;
    - identificação fotográfica;
  • engenheiro eletrônico (UERJ);
  • pós-graduado em Direito (ISMP);
  • autor de artigos jurídicos sobre a nulidade de laudos periciais;
  • palestrante em eventos técnicos da Perícia Oficial.

Você está no portal: http://www.perito-francioni.com.br/.

Cartão de visitas virtual do perito FRANCIONI:
cartão de visitas do perito FRANCIONI em código QR - QR code

TwitterFacebookLinkedInGoogle+

Página inserida em 26 de maio de 2016.

perito FRANCIONE Edilson FRANCIONE Coelho perito Edilson FRANCIONE Coelho perito criminal Edilson FRANCIONE Coelho