Activia Turismo e APERJ desrespeitam os peritos oficiais do Brasil no Rio de Janeiro.Activia Turismo e APERJ desrespeitam os peritos oficiais do Brasil no Rio de Janeiro.
Como contratar o perito FRANCIONI para assistente técnico Laudos periciais realizados pelo perito FRANCIONI Pareceres técnicos do perito FRANCIONI Artigos jurí do perito FRANCIONI Palestras proferidas pelo perito FRANCIONI Curriculum vitæ do perito FRANCIONI Entre em contato com o perito FRANCIONI

página inicial voltar um nível código QR desta página - QR code
Perito FRANCIONI
assistente técnico para processos criminais
Assistência Técnica perito criminal FRANCIONIperito criminal RJ (perito oficial)

"Blog" do Perito FRANCIONI.
O que há de errado no XXIII Congresso Nacional de Criminalística?


O que há de errado no XXIII Congresso Nacional de Criminalística?

Dois dias após esta publicação, sem ter obtido qualquer resposta, o perito FRANCIONI publicou um vídeo explicando por que não se apresentaria no XXIII Congresso Nacional de Criminalística. Esse vídeo está disponível nos canais oficiais do perito FRANCIONI no Youtube e no Vimeo.

Imagine que você entrasse em uma loja de automóveis e preenchesse um formulário encomendando o veículo da sua preferência (modelo e cor). Você aceitaria um automóvel de outro modelo e de outra cor?

Estou seguro de que a sua resposta seria "não", e foi essa a pergunta que dirigi à Sra. Camila Barros, da Activia Turismo - que atua na organização do XXIII Congresso Nacional de Criminalística. Esse é o maior evento da Perícia Oficial no Brasil e, neste ano, ocorrerá no município de Armação dos Búzios, entre 08 e 12 de novembro de 2015, devendo reunir peritos criminais e peritos legistas do Brasil e de outros países.

Sobre o automóvel, eu não aceitaria outro: o que escrevi foi o que encomendei. A Activia Turismo, porém, parece divergir. A meu ver, ou a Sra. Camila Barros não está habilitada a representar a Activia Turismo ou, alternativamente, a Activia Turismo não está habilitada a promover eventos como o XXIII Congresso Nacional de Criminalística.

Os textos abaixo são mensagens trocadas com a Activia Turismo. Todas foram enviadas com cópias para a Dra. Denise Rivera (Presidente da APERJ - Associação dos Peritos do Estado do Rio de Janeiro - e que lidera a comissão organizadora do evento), que também recebeu o teor de cada uma (e imediatamente) por mensagens pelo Facebook. Como deixo claro nas minhas mensagens, não recebi as respostas esperadas da Dra. Denise Rivera e, enfatizo, divirjo radicalmente dos procedimentos adotados.

Destaco que nada tenho contra a Dra. Denise Rivera, a quem apoiei para a Presidência da APERJ e que tem realizado excelente trabalho em prol da autonomia da Perícia Oficial - um trabalho que eu próprio jamais faria. Contudo, no que tange aos eventos técnicos realizados no nosso estado, deixou lacunas relevantes. Reconheço sua posição delicada, de unir toda uma categoria na qual existem divergências inconciliáveis e na qual há algumas pessoas que, a exemplo de mim, defendem seus entendimentos com fervor.

Até o momento da publicação deste texto, também divulgado no Facebook, nem a Activia Turismo nem a APERJ responderam à minha última mensagem. Em comentário a outra publicação minha no Facebook, a Dra. Denise Rivera informou que conversaria comigo antes da abertura do XXIII Congresso Nacional de Criminalística. Entendo que essa conversa será muito conveniente, porém absolutamente ineficaz para modificar a situação fática existente, de desrespeito aos peritos oficiais de todo o Brasil que, dia a dia, trabalham com poucos recursos oficiais, procuram aprimorar seus trabalhos e, tradicionalmente, constroem os vários eventos oficiais da Perícia Oficial (congressos e seminários promovidos pela ABC - Associação Brasileira de Criminalística).

Abaixo, reproduzo as mensagens integralmente (inclusive erros de digitação) - para que cada leitor possa interpretá-las por si mesmo. A única modificação foi a remoção dos endereços eletrônicos de pessoas naturais ("pessoas físicas"), por privacidade.

De: Congressos <congressos@activiaconferences.com>
Para: Edilson FRANCIONI Coelho <@>
Enviadas: Terça-feira, 20 de Outubro de 2015 18:40
Assunto: RES: Congresso Nacional de Criminalística - Reembolso Trabalhos Orais

Prezado Edilson,

Boa Tarde!

O senhor teve um trabalho aceito como apresentação oral (código no sistema 44) e um aceito como apresentação em pôster (código no sistema 42)

Segue abaixo link com as regras das apresentações.

http://criminalistica2015.com.br/trabalhos-cientificos/

Qualquer dúvida estou à disposição.

Atenciosamente,
Camila Barros

De: Edilson FRANCIONI Coelho <@>
Para: Congressos <congressos@activiaconferences.com>
Cc: Denise Rivera <@>; APERJ Peritos Oficiais <aperjperitosoficiais@gmail.com>
Enviadas: Terça-feira, 20 de Outubro de 2015 20:28
Assunto: Re: RES: Congresso Nacional de Criminalística - Reembolso Trabalhos Orais

Prezada Camila,

Não pretendo ser descortês e peço-lhe desculpas se, em algum momento, der-lhe essa impressão. Contudo, considero verdadeiro absurdo o que tem sido feito.

A informação da aprovação de meus trabalhos ultrapassou, em muito, o prazo inicialmente previsto e, também, o prazo prorrogado para essa divulgação. Agrava essa irregularidade o fato de vários palestrantes já estarem com suas palestras inseridas na programação oficial desde muito tempo antes de esses prazos serem vencidos e a existência de diversos espaços vagos.

Agora, menos de 3 semanas antes do evento, fui informado de que uma de minhas palestras está programada para um determinado dia / horário. Entretanto, ela ainda não foi inserida na programação oficial e está fora de qualquer cogitação eu apresentar qualquer palestra sem que ela conste da programação oficial. Apresentar palestra fora da programação oficial pareceria um "arranjo" de última hora, ilícito ou anti-ético, e tenho uma imagem a preservar perante meus colegas e meus clientes de vários estados do Brasil.

Finalmente, fui informado de que um de meus trabalhos foi aprovado para apresentação em cartaz ("poster"). Contudo, ambos os meus trabalhos foram inscritos para apresentação oral - não em cartaz. Portanto, a aprovação de qualquer um deles implica, natural e automaticamente, sua aprovação para apresentação oral. E, por uma infeliz coincidência, o trabalho aprovado para apresentação como cartaz tem natureza essencialmente teórica: não haveria como fazê-la em cartaz, mesmo se eu quisesse muito fazê-lo.

Confiante de que meus trabalhos seriam aprovados, cheguei a planejar uma ampla divulgação nos meus canais oficiais na internete, o que não foi viabilizado por força de atrasos e incongruências como esses. Comentei sobre a minha anunciada participação com vários cliente e entendo que eventual divulgação desses problemas seria inconveniente para a Activia e para a APERJ, responsáveis pela organização do nosso Congresso.

Por tudo isso, peço-lhe que a situação ora configurada seja reavaliada.

Cordialmente,

Edilson FRANCIONI Coelho.

De: Edilson FRANCIONI Coelho [@]
Enviada em: quarta-feira, 21 de outubro de 2015 18:38
Para: Congressos <congressos@activiaconferences.com>
Cc: Denise Rivera <@>; APERJ Peritos Oficiais <aperjperitosoficiais@gmail.com>
Assunto: PERGUNTA - Enc: RES: Congresso Nacional de Criminalística - Reembolso Trabalhos Orais

Prezada Camila,

Ainda no aguardo de sua resposta, aproveito para enviar-lhe uma pergunta.

Observei que há horários livres na Sala João Fernandes nas tardes de segunda e terça-feiras, assim como há horários livres na Sala Amores, nas tardes de segunda e quarta-feiras. Situação bem diversa é a da Sala Caravelas, designada para ser o local de apresentação da minha palestra no *último dia* do nosso Congresso, permanece livre durante todas as tardes, sendo usada para um único curso somente nas manhãs de segunda e terça-feiras.

É natural que uma sala na qual não haja muitas palestras seja quase esquecida pelos participantes de um evento, que se acostumam a utilizar as outras salas, e, no caso específico da Sala Caravelas, não ocorrerá *nenhuma* palestra.

Não tenho a pretensão de escolher dias e horários para minhas apresentações, mas considero estranhável a escolha do último dia do evento e da sala menos utilizada - especialmente quando há vários espaços e horários disponíveis.

Há um motivo para isso?

No aguardo de sua resposta,

Cordialmente,

Edilson FRANCIONI Coelho.
perito criminal - RJ

De: Congressos <congressos@activiaconferences.com>
Para: 'Edilson FRANCIONI Coelho' <@>
Cc: 'Denise Rivera' <@>; 'APERJ Peritos Oficiais' <aperjperitosoficiais@gmail.com>
Enviadas: Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015 17:02
Assunto: RES: PERGUNTA - Enc: RES: Congresso Nacional de Criminalística - Reembolso Trabalhos Orais

Prezado Sr. Francioni,

Gentilmente, pedimos desculpa a você, bem como a todos os congressistas, pela demora na informação da aprovação dos trabalhos. Infelizmente, a equipe do congresso passou por alterações tanto na comissão científica quanto nos representantes da empresa Activia responsáveis pelo evento. Mais uma vez, pedimos desculpas pelo ocorrido.

Não há irregularidade, as palestras inseridas na grade oficial são de convidados pelo evento. Todas as apresentações orais foram inseridas ao mesmo tempo na grade oficial, que em breve será disponibilizada no site do evento. Vale ressaltar, que todos os apresentadores já foram informados de seus respectivos horários.

Segue o item 3.7 das regras de submissão:

3.7. Os trabalhos serão apreciados pelos membros indicados pela Comissão Científica do evento, podendo ser aceitos ou rejeitados.

Não existe nenhum item afirmando que aprovação dos trabalhos implica, automaticamente, sua aprovação na modalidade selecionada pelo participante. Dessa forma, os membros da Comissão Avaliadora tiveram autonomia para definir, de acordo com os critérios do item 9.1, se os trabalhos seriam aprovados ou não e qual seria a modalidade de apresentação.

Estamos certos de que os seus trabalhos muito abrilhantarão o congresso e ficaremos honrados com sua participação. Dessa forma, mantemos o aceite dos trabalhos nas modalidades já informadas e esperamos que o senhor confirme sua participação.

Qualquer dúvida estamos à disposição.

Atenciosamente,
Camila Barros

De: Edilson FRANCIONI Coelho <@>
Para: Congressos <congressos@activiaconferences.com>
Cc: 'Denise Rivera' <@>; 'APERJ Peritos Oficiais' <aperjperitosoficiais@gmail.com>
Enviadas: Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015 17:58
Assunto: Re: RES: PERGUNTA - Enc: RES: Congresso Nacional de Criminalística - Reembolso Trabalhos Orais

Prezada Sra. Camila Barros,

Não é preciso desculpar-se; problemas acontecem. O que é realmente importante é o modo como os problemas são resolvidos.

Compreendi a questão relacionada a convidados do evento. Este congresso está sendo menor do que eventos similares que o antecederam e, diversamente do que tem sido a prática nos demais congressos aos quais compareci, atribuiu espaço ínfimo aos trabalhos inscritos - o que parece-me desrespeitoso para com os peritos de todo o Brasil que têm atuado por uma Perícia melhor. O fato de alguns desses convidados serem peritos permite inferências sobre os critérios adotados - que não são, necessariamente, positivas.

Sobre a sua alegação de que "Não existe nenhum item afirmando que aprovação dos trabalhos implica, automaticamente, sua aprovação na modalidade selecionada pelo participante", ouso duvidar de que a senhora acredite mesmo no que diz. Suponho que esse "esclarecimento" lhe tenha sido transmitido por outra pessoa, mas bons profissionais (como a senhora decerto é) devem preservar as suas imagens e filtrar o que retransmitirão a terceiros. Parece muito evidente que a seleção de uma modalidade pelo participante tem uma finalidade, ou a Activia e a comissão organizadora estariam pedindo a quem se inscrevesse informações inúteis. Prefiro supor que a Activia, atuando no mercado de eventos, saiba o que faz e que os doutores peritos que integram a comissão organizadora tenham cérebros que honrem a elevada função pública que exercem e o nível superior que têm. Se alguém inscreve um trabalho para apresentação em uma modalidade, é evidente que pretende fazer sua apresentação naquela modalidade e a organização do evento (da qual a Activia faz parte) se compromete, implicitamente, a avaliar o trabalho para apresentação para aquela modalidade.

Sobre isso, faço uma analogia e peço-lhe a sua resposta: se a senhora fosse a uma concessionária de veículos, preenchesse um formulário para encomendar um determinado automóvel (modelo, cor etc.), pagasse por ele e a concessionária quisesse lhe entregar um veículo diferente, a senhora aceitaria qualquer veículo que lhe entregassem - porque, supostamente, o formulário não lhe assegura a compra do veículo solicitado? Estou seguro de que não?

O absoluto silêncio da Dra. Denise Rivera, Presidente da APERJ e da comissão organizadora do nosso Congresso, é significativo da existência de uma irregularidade importante - sobre a qual preferiu a opção de não se manifestar, mais confortável.

Finalmente, esclareço-lhe: peritos criminais são, por exigência legal, portadores de diplomas de nível superior. Considera-se de bom tom o uso do tratamento "Dr.", a exemplo do que ocorre com juízes de direito, promotores de justiça, defensores públicos, advogados, engenheiros, médicos, dentistas e outros profissionais.

Cordialmente,

Edilson FRANCIONI Coelho.
perito criminal - RJ


Comentários:

Divulgue esta página via:


Edilson FRANCIONI Coelho - perito criminal
Rio de Janeiro - RJ
entre em contato com o perito FRANCIONI

Assistente técnico para processos criminais.

  • perito criminal (Estado do Rio de Janeiro):
    - Balística Forense (armas de fogo, acessórios, munição etc.);
    - locais de crimes;
    - identificação fotográfica;
  • engenheiro eletrônico (UERJ);
  • pós-graduado em Direito (ISMP);
  • autor de artigos jurídicos sobre a nulidade de laudos periciais;
  • palestrante em eventos técnicos da Perícia Oficial.

Você está no portal: http://www.perito-francioni.com.br/.

Cartão de visitas virtual do perito FRANCIONI:
cartão de visitas do perito FRANCIONI em código QR - QR code

TwitterFacebookLinkedInGoogle+

Página inserida em 03 de novembro de 2015.

perito FRANCIONE Edilson FRANCIONE Coelho perito Edilson FRANCIONE Coelho perito criminal Edilson FRANCIONE Coelho